Cara de Kiko

Passei o dia inteiro ontem reclamando de dores. A tarde, fui na Radio-Doc, refiz duas radiografias odontológicas e deixei no banco de trás do carro. Pensei: "amanhã ou depois eu levo isso pro Dr. José Lopes".

Eu sei que tem algo de errado com o meu pré-molar obiturado. Desde a remoção de uma cárie inglesa há dois meses atrás eu venho agindo estranho com minha mordida, com extrema sensibilidade no dente operado.

No começo do mês tive aquela crise na mandíbula. Mas eu desconfio que foi só uma reação ao maldito pré-molar. Com dores no dente, devo ter forçado minha mordida (numa reação natural) durante dois dias, até estourar com os músculos que realizam esse movimento.

Estranho como não tive problemas dentários durante minha estada em Curitiba e Caiobá, na semana passada. Tudo voltou ontem.

Sete da noite, fui tomar um café no apartamento do Michel e bater um papo. Tive que pedir um analgésico, pois estava difícil ficar sem medicação. Depois do remédio fiquei beleza. Em casa, comi, li (Em nome da Rosa) e dormi.

Hoje acordei com a cara do Kiko do Chávez. Mas com o inchaço só do lado esquerdo. Tudo muito bizarro. Parece que estou constantemente chupando uma bala.

As pessoas que eu topei no Juizado Especial Cível (onde fui deixar um currículo após ligação do amigo Juliano) disseram que está quase imperceptível, mas eu sinto que estou com uma puta cara de idiota. É ruim ter essa sensação, que você está com cara de idiota.

Bom...devido ao meu problema, tirei o dia para fazer visitas surpresas aos meus dentistas, Dr. José Lopes e Dr. Ítalo.

O primeiro foi o Lopes. O abordei em seu escritório na Av. Rio Branco as oito horas da manhã. Cheguei com a radiografia na mão e a cara de idiota inchado, dizendo:
- Preciso conversar com o Dr. Lopes, não tenho horário, mas é urgente. Olha minha cara de Kiko.

Temia que a técnica não ia funcionar, mas deu certo. Fui atendido na sequência, mas infelizmente ele não soube dizer qual é o problema.
- Vou te enviar para o Dr. Ítalo, ele pode dar uma olhada nesse seu pré-molar - foi o que o magro e sereno dentista me falou.

Saí então em disparada até a rua Néo Alves Martins, e subi até o sexto e último andar dum velho prédio comercial no início da rua.

A clínica do Dr. Ítalo é diferente. Não tem secretária, como na do Lopes. São seis cadeiras, um filtro de água mineral e uma mesa com revistas. No canto superior direito da sala há uma câmera, onde ele e sua assistente detectam quem entrou no recinto.

Cheguei e fiquei dando tchauzinho para a câmera, como quem diz: Surprise!

Em um minuto, a porta branca se abriu, e surgiu a assistente Rosana, com sua roupa branca e o acessório mais fashion do momento: a máscara facial.
- Olá! Visita surpresa!
- Oi Rafael.
- Rosana, estou com muita dor no osso acima do pré-molar, fui no Dr. Lopes agora pouco e ele me enviou pra cá...é meio urgente, olha só minha cara de Kiko.

Pensei que a técnica ia ser infalível. Qualquer fã de Chaves entenderia a gravidade da situação. Mesmo assim, ela se manteve séria e disse que ia ver na agenda um horário pra semana! Ela voltou a fechar a porta, e eu fiquei lá, torcendo prum horário disponível ainda naquela manhã.

Ela voltou, dizendo que felizmente uma paciente tinha cancelado uma consulta as 17h30min e que ele poderia me atender. Eu então entreguei meus raios-X e fui embora.

Passei numa farmácia e comprei uma dipirona, um nimesulida e um Listerini. Tudo indicação da famarcêutica do local, que disse que o melhor jeito pra desinchar esse rosto é na base de anti-inflamatório e anti-séptico bucal pra gengiva, em caso de algum machucado interno. E a dipirona é pra dar um migué na dor mesmo!

E agora é isso...são quatro e cinquenta e estou no meio da saga do pré-molar! Não sei qual será o destino desse incômodo dente, que tem me dado tanto trabalho.

Só não sei até quando continuo com a cara de idiota. Chupando essa bala inexistente.

Um comentário:

prisci disse...

AI AI AI AI AIIIII

ruim te ver assim tonis. tá lindo com cara e kiko uhhuheihiuehe mas se tá doendo não quero mais.... hehehe

;***

melhoras.

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação