FREUD EXPLICA

Sair de casa já é se aventurar.


Saí de casa pra comprar pão, mas pensei: pra que desperdicar essa manhã ficando somente no quarto e indo às compras? Isso não é vida.


No ponto de ônibus olhei o mapa local de Finchley Road Station, onde moro. No mapa, vi novamente o absurdo que já tinha notado na primeira semana em Londres: moramos há DUAS QUADRAS do Freud's Museum. Decidi andar até lá.


Subi uma rua somente pra pedestres chamada Trinity Walk. A impressão que dá é de que você tá subindo um morro, de tão elevada essa passagem. Cheguei então em Maresfield Gardens. Fiquei boqueaberto com a beleza da rua. E não só a beleza, mas o constraste. Em apenas uma quadra você parece entrar em outro universo..da movimentada e cosmopolita avenida Finchley Road (cheia de lojas, mercados, escritórios, pubs) para uma típica rua inglesa. O clima ajudou muito a formar o cenário que me impressionou: ameno, com as folhas alaranjadas e vermelhas caindo lentamente das centenas de árvores que recheiam as calcadas. Lembrou até o Água Verde em Curitiba, mas ruas mais apertadas.


Andei duas quadras tranquilamente curtindo de verdade a paisagem local. É apenas uma rua, eu sei, mas as vezes uma rua pode ser muito mais interessante que uma roda gigante ou um relógio imenso no centro da cidade.


Cheguei no Freud's Museum e me dei conta do que era óbvio. O museu é a casa de Freud! A casa que Freud morou em Londres de 1938 até 1939, quando morreu de câncer. E ainda a casa onde Anna Freud (sobrinha de Freud e estudiosa de seus trabalhos) morou de 1938 até 1982. Impressionante como eu não tinha me tocado que eu moro há duas quadras de onde Freud morou! Caramba!


Fiquei na frente da casa, pasmado, obversando o jeitinho tão inglês da arquitetura. Eu ia entrar, mas lembrei que só tinha £ 0.80 no bolso - pro pão. Mas tudo bem, pois logo em seguida eu li que eles só abrem de quarta-feira à domingo. Pelo menos dá pra combinar com a Pri e o Vini e vamos todos de tarde.

Mas vim pra casa, com a quarto ainda pra ser arrumado, e fiquei lendo muita coisa no site: http://www.freud.org.uk/index.html

Toda pessoa deve ler Freud, não só estudantes de Psicologia. Essa é minha opinião!

Puta merda, tenho que arrumar o quarto. Tchau.

2 comentários:

Anônimo disse...

Anna Freud era FILHA de Freud ;)

Anônimo disse...

Exatamente, eu ia comentar exatamente isso o que a pessoa aí de cima já comentou. A Anna era filha do Freud. Anyway, um dia eu ainda vou visitar o museu/casa do Freud, deve ser uma emoção sem fim.

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação