HEATH LEDGER

Maiakóvski, poeta russo, já escreveu que preferia morrer de vodka do que de tédio. Mas o que leva um cara como Heath Ledger, um dos atores mais renomados da nova geração, a combinar drogas que podem ser fatais, no auge de sua produção artística? O cara não tinha vida nada tediosa.

Australiano, após pequenos papéis em Sidney se mudou pra Los Angeles e alavancou a carreira no besteirol 10 COISAS QUE ODEIO EM VOCÊ. Depois atuou em grandes filmes como O PATRIOTA, DOG TOWN, IRMÃOS GRINCH, O SEGREDO DE BROKEBACK MONTAIN (que rendeu um Globo de Ouro e uma indicação as Oscar), I'M NOT THERE (no qual interpreta Bob Dylan) e THE DARK NIGHT (mais uma sequência do Batman).

Eu discordo das comparações que fizeram com Marlon Brando, mas concordo que Heath Ledger era um excelente ator. Muito expressivo. E agora fiquei extremamente ansioso para assistir I'm Not There e o novo filme do Batman, pois no triller ele está tão assustador quanto o clássico Coringa interpretado pelo mestre Jack Nicholson.

Minha hipótese para a morte: overdose. Por mais que a família negue, o caso é típico de overdose. E mesmo que não tenha sido encontrado drogas no apartamento, aposto que daqui 9 dias, quando sair o laudo dos legistas, será divulgado alguma substância tóxica no corpo. Infelizmente.

Alguém sabe quando estréia o The Dark Night? Você sabe, tonis? Beijos pra você!

Abraços pra galera.

Nenhum comentário:

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação