Sorry about that..

Que descaso. Quase duas semanas sem postar nesse blog, nao sei como as coisas chegaram nesse ponto. Acho que só uma explicacao é cabivel: Busy time. O pau está torando por um curto periodo de tempo lá no London Zoo, todo dia tem evento e todo dia temos que estar lá fazendo tudo acontecer. O lado bom é que a grana vem reforcada no mes que vem, o ruim é o desgaste fisico e a falta de tempo. Hoje, por exemplo, é meu day-off, teoricamente um dia pra sair e conhecer lugares novos, sair de Londres, ir pra Liverpool, Oxford, Cambrigde, Brigton, sei lá. Mas nao rola! Fui dormir cinco da manha (tá certo que cheguei as 03h, mas fiquei na cerveja e no narguile por mais duas horas aqui no quarto), acordei 13h e já desanimei. Roupa suja da semana inteira acumulada pra lavar, compra da semana pra fazer até as 17h senao o mercado fecha, limpar o quarto, limpar o banheiro..nao dá. Muitas coisas caseiras pra fazer e pouco tempo. O passeio vai ficar pra semana que vem.


A última postagem foi dia 18 e eu nem dei parabens pro Michel aqui. Liguei pro meu melhor amigo, claro, mas nao deu pra falar o quanto que sinto a falta desse preto. Já estamos a 6 meses sem se ver, sem tomar um porre juntos. Acho que em 9 anos de amizade, esse foi o maior tempo separados. E ainda temos 8 meses pela frente! Agueeeeeeeeeenta, coracao! Hahaha!


Cara, tanta coisa bacana aconteceu. Tantos eventos marcantes lá no Zoo! Po, ha duas semanas rolou o AGM (Anual General Meeting) lá da Zoological Society of London (ZSL, o famoso simbolo das nossas camisas). Nessa reuniao anual sempre tem um convidado de destaque pra fazer uma palestra sobre algum tema. Esse ano o convidado foi o economista Jeffrey Sachs, o qual eu já tinha ouvido falar muito e já tinha visto o livro dele (O fim da pobreza) em alguns lugares. Tambem já tinha visto o mesmo junto com o Bono Vox na televisao discutindo economia global, sustentabilidade e o problema da Africa.


Bom, tá certo que eu sou somente um waiter, mas me senti honrado de estar lá segurando uma bandeija durante a palestra dele e poder servi-lo. Alem de servir, sagazmente desci no meu changing room, peguei £20.00 na minha mochila e comprei o livro que ele estava promovendo: "Commom Wealth, Economics for a Crowded Planet". Nao só comprei, como tive a cara de pau de pegar o meu crachá e entregar junto com o livro para a organizadora do evento levar pro Sachs autografar! E nao é que consegui o autógrafo mesmo? Muito massa! Acho que ainda vamos ouvir muito esse nome, Jeffrey Sachs. Ele está debatendo problemas sérios e atuais e foi conselheiro do Secretário-Geral da ONU. Estou lendo o livro. Depois discuto aqui algumas idéias lancadas nele.


Bom, se é pra falar de famosos, vou falar de famosos! Primeiro lance inusitado foi dar de cara com o Jude Law na rua de casa, enquanto estava indo pro trabalho. Fiquei tao incrédulo que nem tive a capacidade de pegar a máquina e fotografa-lo. Merecia. A atuacao dele no filme Inteligencia Artificial ganhou minha simpatia pra sempre.


Alem do Jude Law, bati um papo e trabalhei na festa do escritor Ian McEwan, premiado autor da obra Atonement: Atonement (Expiação em Portugal, Desejo e Reparação, no Brasil) é um filme de Joe Wright, lançado em 2007, estrelando James McAvoy e Keira Knightley. Em 2008, recebeu o Globo de Ouro de melhor filme dramático.Baseado no best-seller do escritor britânico Ian McEwan, "Atonement" é um complexo filme, que aborda inúmeros temas, do poder da criatividade as histórias de horrores da 2ª Guerra Mundial, mas o maior tema retratado é, sem dúvida, o sentimento de culpa e o arrependimento. Este filme é uma adaptação fiel do livro, é dirigido por Joe Wright. Um filme embebido de uma visão tipicamente Britânica, conta com cenas a puxar o cómico – sarcástico e cenas de nível dramático que por vezes emocionam.
Bom. Se nao bastasse o fato de conversar com o Ian McEwan, ainda peguei um autografo e ganhei uma generosa tip de £ 40.00!


Mas agora vem a melhor parte, meus amigos. Dentre os 200 convidados da festa de 60 anos do McEwan estava um dos músicos que eu mais admiro, DAVID GILMOUR. Se voce nao sabe quem é David Gilmour significa que voce nao sabe ABSOLUTAMENTE NADA de rock, porque esse cara é simplesmente o guitarrista e tambem vocalista do PINK FLOYD!!!


PORRA! E eu tive o prazer de servir o cara. Ele estava muito estiloso, com uma camisa preta e um blazer cinza por cima, sempre sorrindo com aqueles olhos azuis hipnóticos, e sua bela esposa. Ele tomou vinho branco a festa toda, dancou um monte de country/blues (banda ao vivo na festa), tirou foto com a Pri e me negou uma foto. Foi foda! Depois conto em detalhes somente esse lance com o Gilmour, essa merece.


Putz. 19h20 já, tenho que sair porque estao me arrastando pra casa dum espanhol pra assistir a final da EuroCopa entre Alemanha x Espanha.


Forte abraco, té mais.

Nenhum comentário:

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação