Bastardos Inglórios

Porra. Acabei de chegar do cinema do Avenida Center, onde fui ver com a Pri o novo filme do Quentin Tarantino, "Bastardos Inglórios" (finalmente pararam com aquela mania de tentar ser descolado e traduzir o título do filme de forma diferente da original aqui no Brasil, tipo "Esqueceram de mim" - Home Alone, no original).

Não posso me empolgar e escrever muito, pois tenho uma prova de Direito Comercial amanhã e não estudei nada de tipos de contratos mercantis. Mas uma coisa preciso falar: Tarantino, você é foda!


É claro que o filme não bate Pulp Fiction. Mas também, comparar qualquer obra do Tarantino com Pulp Fiction é a mesma coisa que falar que o novo filme do Coppola não bate O Poderoso Chefão.

O filme de duas e meia passa num piscar de olhos. Um baita filme gostoso de assistir, com todo o estilo único de roteiro e direção do demente do Quentin, o grande nome dessa geração 90/2000.

Achei que o Brad Pitt tá bacana. Mas realmente os "coadjuvantes" roubam a cena, se é que são coadjuvantes...acho que não tem dessa com os filmes do Tarantino. O enredo é todo recortado, em capítulos, com diferentes personagens centrais.

De qualquer forma, é um grandes filmes de 2009, na minha opinião. Pelo menos, dos que eu vi. Vale a pena. Prometo que você vai rir e se deliciar com algumas cenas de vingança histórica.

Arrivederci!

Um comentário:

Família Palim disse...

queria uma camisa igual a do Tarantino!!!!!!

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação