WINNING ELEVEN


Falta apenas uma hora para o comeco duma partida historica. A primeira final inglesa da Champions League, o torneio de futebol mais disputado no mundo. Em campo, Chelsea x Manchester United. Provavelmente, os melhores times ingleses e talvez os melhores times do mundo.


A cidade de Londres esta' repleta de outdoors, faixas e outros advertisings. A partida de hoje nao e' em Londres, claro, e' em Moscow, mas o fato do Chelsea ser um time londrino (sul de Londres) fez com que a cidade mudasse um pouco as cores para o azul (e tambem para o vermelho). A loja da Adidas na Oxford Street contem em sua vitrine o uniforme completo do Chelsea, com todos os seus jogadores. Na mesma rua, esquina da Regent, encontra-se a loja da Nike, com os jogadores do Manchester, seguido do letreiro: Impossible Is Nothing. A rivalidade e' grande. E, por incrivel que pareca, nem todos os londrinos estao apoiando o time local.


O Chelsea nao e' um time muito querido em Londres, pelas pessoas que conheci (classe trabalhodora), por ser um time da elite. Somente os "playboys" torcem para o Chelsea. Somente quem mora no Central South East. E eu posso afirmar isso, pois quando fui a final da Carling Cup no Wembley Stadium (monstruso estadio) ver de fora o jogo Chelsea x Tottenham Spurs, conheci um torcedor do Spurs com o Vinicius e ele nos convenceu a torcer para o Tottenham pois eramos trabalhadores, eramos da mesma classe. Ele esbravejava que os torcedores do Tottenham eram torcedores de verdade, que fariam de tudo pelo time. Torcedores que usam a camisa do time mesmo quando o time esta' para ser rebaixado. Torcedores que vao ao estadio e gritam com o tecnico, que cantam o hino com paixao, que se embebedam no bar local e vivem a emocao do futebol. Esse mesmo torcedor nos deu uma explicao rapida de que os torcedores do Chelsea sao um bando de ricos que somente usam a camisa do time quando o time vence e que nao entendem nada sobre futebol, so' vao aos estadios por aparencia.


Alem desse torcedor do Tottenham, conheci ontem um londrino chamado James. Ele nasceu em Finsbury Park, estuda History of Art na Universidade de Leeds e trabalha numa agencia de catering durante o verao para ter um dinheiro para si mesmo. Tipico rapaz da classe media de Londres. E torcedor do Manchester United! Bizarro, nao? Perguntei o porque, e ele disse que era por questoes familiares. A familia vinha de Manchester, assim como muitas familias de Londres.


Apesar desse conflito de classes, eu tenho a obrigacao moral de torcer para os Blues. Como Palmeirense, nao posso esquecer aquela sinistra manha de terca-feira, 08h da manha, onde todos acordamos e assistimos a final do Mundial Interclubes entre Palmeiras e Manchester United.



A ocasiao era tao especial que o proprio Colegio Marista de Maringa abriu uma excessao. As oito horas da manha, todos os alunos foram dispensados de suas salas e se dirigiram ao patio central, onde uma televisao estava alocada (lembram disso?). Dali, acompanhamos com tristeza o cruzamento que passou batido pelas maos do Marcos e chegou livre nos pes de Roy Keane, que carimbou 1 x 0 para o Manchester United, acabando com o sonho Palmeirense. Aposto que os Irmaos Maristas, como bons italianos, torceram muito naquela manha, mas a fe' foi em vao.

Facam suas apostas, amigos. Sera' um show de Cristiano Ronaldo? Uma partida exemplar de Ballack? Gol de cabeca do Drogba? Ou sera' que Rooney decidira' o jogo? Manchester United? Chealsea? Manchester? Londres? The Reds? The Blues? Faca sua escolha, Neo.

Veremos. E sem cerveja, pois a garganta esta' inflamada. Infelizmente.

Nenhum comentário:

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação