Mente estranha

Eu não sei não o que está acontecendo. Minha cabeça está meio estranha.


Os pensamentos estão a mil, não consigo me concentrar em nada direito, não consigo ler mais que 10 páginas de um livro, que eu já pego outro e leio e misturo, e pego outro e misturo. Daí me canso, vou a biblioteca e fico fuçando outros livros aleatoreamente - como se isso fosse me ajudar.

Tenho tido alguns sonhos estranhos. Em dois deles eu estava louco. Minha cabeça não parava, eu pensava tanta, em tantas coisas superciais ao mesmo que não conseguia nem coordenar meus movimentos, nem mesmo conversar. Eu acho que em um deles eu me matei, ou pelo menos pensei nessa possibilidade! (!?)

Mas não se assuste, eu não faria isso. Ou faria? Não, acho que não faria. Eu fico pensando nessa viagem para a Itália..eu espero que o lavoro ocupe minha mente, porque ultimamente ele tem se ocupado de mim e eu acabo não fazendo nada! Tem coisa mais inútil do que escrever essa crise num blog? Ou teria alguma utilidade obscura?

Ás vezes eu faço umas análises biológicas do meu comportamente. Quem sabe essa confusão mental toda não seja a falta de um exercício físico? Faz tempo que não corro no parque, que não jogo uma bola. A solução pode estar aí, numa porção de endorfina que vai me deixar mansinho, mansinho. De volta à rotina, aos estudos.

O que mais me irrita nessa zorra toda é minha tentativa de análises múltiplas sobre tudo a minha volta. Tudo. As pessoas, o comportamento, a estrutura da sociedade..fico me perguntando porque vivemos assim, porque as coisas são assim. Me peguei até abrindo blogs aleatoreamente na página do blogspot tentando entender o porque do sentimento do Coreano que postou tal texto, ou do sueco. Enfim, bizarrisses de minha parte. O que diabos eu tenho a ver com tudo isso?

Essa viagem tem me distanciando um pouco do curso de Direito. Já não estou com aquele tesão..fico pensando: "ah, falta tão pouco pra eu sair do país, não vou ler tal coisa, não me aprofundar." ou "não vou entrar num projeto de pesquisa", "não vou determinar o tema da minha monografia".

A vida é tão rara. E eu aqui, atrasado para tudo.

Nenhum comentário:

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação