David Harvey e a crise do capitalismo

No final de novembro de 2011, precisamente no dia 30.11.11, o geógrafo inglês David Harvey - autor de importantes livros como The Condition of Postmodernity (1989), A Brief History of Neoliberalism (2005) e The Enigma of Capital (2010) e um dos principais pensadores que se colocam no trabalho de realizar uma releitura de Karl Marx - realizou uma conferência sobre o "fim do capitalismo" para os alunos da Universidade de Pensilvânia. 

A palestra ocorreu durante as turbulências do movimento Occupy Wall Street, que se espalhou em todos os Estados Unidos com o objetivo de propestar contra os efeitos da financeirização do capitalismo. O objetivo de Harvey não era o de oferecer uma resposta (ou uma trajetória preditiva) sobre o fim do capitalismo, mas sim de tentar responder algumas perguntas fundamentais que devem ser formuladas hoje. Afinal, por que é tão difícil pensar em alternativas ao capitalismo financeiro? Estaria Margaret Thatcher certa ao afirmar há algumas décadas que "não há alternativa"? Por que os líderes políticos (que representam os Estados) praticamente não possuem força diante dos grandes atores do sistema financeiro? Quais as escolhas políticas por trás dos ajustes estruturais provocados pela atual crise econômica global? Qual a razão da dicotomia entre os "histéricos da austeridade" (EUA/Europa) e os "expansionistas keynesianos" (China/Índia/Brasil)?

A palestra, na íntegra, está disponível aqui.

Nenhum comentário:

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação