Para ler Roberto Mangabeira Unger

"Desde o início, eu tenho enxergado o direito como a forma institucional da vida de um povo e como um lugar onde interesses encontram ideais, e o espírito luta com a estrutura. O direito não é uma coisa separada, é a expressão de toda a sociedade e cultura.

Eu tenho me oposto ao estilo de análise jurídica que hoje prevalece nos Estados Unidos e cada vez mais ao redor do mundo. Este procedimento analítico reduz a tarefa do pensamento jurídico numa democracia - de informar e expandir o dabte sobre o presente institucional e os futuros institucionais da sociedade - ao estreito negócio de decidir como juízes e outros oficiais devem decidir casos. Seus teóricos procuram humanizar o mundo ao invés de mudá-lo. Porque eles não resistem, eles não podem compreender.

O principal objetivo de meu trabalho na teoria jurídica tem sido mostrar como nós podemos utilizar uma compreensão modificada do direito e uma prática revista da análise jurídica para recuperar, de baixo para cima e de dentro para fora, a visão de alternativas sociais. Se já não podemos imaginar e compreendemos tais alternativas como sistemas prontos como "socialismo", devemos encontrá-las sob outros disfarces e trabalhá-las de outras formas. Através de meus escritos sobre o direito, tenho tentado mostrar como".


Todos os livros do brasileiro Roberto Mangabeira Unger (professor de direito em Harvard e um dos mentores do movimento Critical Legal Studies) estão disponíveis para download em seu website oficial. Os arquivos estão divididos por capítulos de suas obras. É clicar, baixar e ler.

Agora não há desculpas para desconhecer as teses de um dos mais brilhantes teóricos do direito contemporâneo, ainda negligenciado na academia brasileira.

Fica o recado aos jovens juristas.

2 comentários:

Léo Orth disse...

Além dos textos, uma série de disciplinas que ele dá em harvard também estão disponíveis no site: http://www.law.harvard.edu/faculty/unger/video.php#1

Rafael Guimarães disse...

Obrigado pelas indicações.
Tanto dos livros quanto das aulas.
Vão ser de muita valia :)

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação