A salvação do rock?

O The Strokes é uma banda bem polêmica. Eu lembro que quando eles surgiram, em 2001, foram chamados de "a salvação de rock", em razão da sonoridade simples e pautada em guitarras ruidosas e timbres garagistas, ao mesmo tempo que foram acusados de serem uma criação forjada de Nova Iorque que não trazia nada de novo, misturando elementos de velhas bandas como o Velvet Underground, Television e Buzzcocks.

Mas essas discussões não levam a nada. Alguém duvida que o sucesso de "Is This It?" foi responsável por uma avalanche de bandas independentes no mainstream como The Hives, The Vines, The Libertines, White Stripes, Jet, Franz Ferdinand e outras?

Gostando ou não, é inegável que o Strokes é a epítome do rock de nossa geração.

Para a alegria de muitos, o grupo lançará nesse mês o quarto disco, intitulado "Angles". O último álbum da banda, "Firts Impressions on Earth", foi lançado há cinco anos (e quem não cantou Juicebox e You Only Live Once naquelas festas insanas da República Frank The Tank, hein?).

O primeiro clipe do disco foi divulgado no YouTube hoje. É o da música "Under Cover of Darkness", assista aí:



Dizem que o clipe, dirigido por Warren Fu, é uma metáfora sobre o afastamento de Julian Casablancas da banda nos últimos anos. Repare que Julian está sempre distante dos membros e vestido de forma diferente. 

Segundo fontes não muito confiáveis, as gravações do novo álbum começaram sem o vocalista, que participou somente do final do processo criativo. Dizem que o novo disco é, em grande parte, um esforço dos outros membros da banda (Nick Valensi, Albert Hammond Jr., Nikolai Fraiture e o ítalo-brasileiro Fabrizio Moretti) que, pela primeira vez, fazem backing vocal nesta (ótima) canção.

Agora é só esperar o lançamento para formar um juízo de valor sobre o álbum em si. Às vezes, os singles enganam. De qualquer forma, desse eu gostei. E você?

8 comentários:

guilherme disse...

eu gostei também! ahhaha :)

Andye Iore disse...

embora não creditada pelos fãs ou jornalistas q escrevem sobre a banda, a principal influencia do Strokes é o Modern Lovers... e não é só no som... na postura, visual... muita coisa foi copiada do Modern Lovers, deixando o Strokes como mais uma das diversas bandas perdidas no supercial rock atual... mas, "menos pior" um Strokes copiando o Modern Lovers que o happy rock, emo...

Rafael A. F. Zanatta disse...

Modern Lovers? Caramba, essa eu nunca ouvi!

Rafael A. F. Zanatta disse...

É, Andye. Lembra um pouco! http://www.youtube.com/watch?v=Kc2iLAubras&feature=related

Renatão disse...

É uma gama de influências, né? Também vejo muito de Undertones em algumas músicas do Strokes.

Bruno Vicentini disse...

Caralho, Rafa, eu queria muito tirar o White Stripes ali da sua sua enumeração. Mas talvez você tenha razão. Que coisa.

fosforos disse...

Quem me dera se surgissem mais bandas forjadas assim em NY.

gusmuradao disse...

Duvido que surja uma banda nova, com um estilo revolucionário, original e que, ainda por cima, consiga ser melhor do que as bandas clássicas do rock'n'roll já consagradas. Por exemplo, o cd novo do Radiohead achei um lixo.
Por isso q o Strokes é bom, pq é simples e apenas faz uma releitura dos bom e velho rock'n'roll. Muda-se a letra e a ordem dos acordes e pronto! Não tem mistério.
Como disse o Zeh, quem me dera surjam novas bandas forjadas como essa...

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação