Alguma coisa acontece...

Amigos(as) leitores(as)! Como vocês perceberam - ou talvez não -, o blog está inativo há uma semana. É que estou em São Paulo resolvendo minha vida para esse ano de 2011, isto é, fazendo a matrícula no Mestrado em Direito e procurando um apartamento com um preço justo na capital - o que parece ser uma tarefa impossível, considerando a bolha imobiliária que afeta as principais capitais do país.


A cidade é frenética. Nesses últimos sete dias muita coisa aconteceu e não há tempo para descrever as peripécias paulistanas (como alguns alagamentos e congestionamentos quilométricos que enfrentamos). Só adianto uma coisa: caminhamos por grande parte da região centro-oeste e encontramos um apartamento na Rua Augusta que tem grandes chances de ser nossa moradia para os próximos dois anos (ou o tempo que for necessário aqui). Se tudo der certo, teremos uma república de maringaenses em sampa de diferentes instituições (eu e o Michel Souza, USP, Priscila Costa - que é minha namorada -, PUC, e o Carlos Eduardo Gonçalves - nosso querido Carlão -, FGV).

Fizemos a proposta e, por incrível que pareça, a proprietária aceitou um fiador fora da capital. O preço é de R$ 2.000,00 por mês (salgado, não?).

Semana que vem farei um balanço dessas primeiras semanas (de correria) em São Paulo. Agora ainda é cedo para entender a dura poesia concreta de suas esquinas. Tudo está acontecendo muito rápido.

Sei que no futuro repetirei os versos de Caetano revendo tudo o que vivemos por aqui: "Foste um difícil começo / Afasto o que não conheço / E que vem de outro sonho feliz de cidade / Aprende depressa a chamar-te de realidade". Afinal, essa cidade parece mesmo ser o avesso do avesso do avesso do avesso. Mesmo assim é bela e oferece tudo o que uma pessoa quer.

Nenhum comentário:

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação