Aniversário sábado: é possível uma festa sem sertanejo?


Há tempos nosso grupo de amigos tem se esforçado pra fazer algumas festas diferentes em Maringá. Quando éramos calouros na UEM, em 2005, iniciamos uma série de festas alucinadas na República Frank The Tank (que hoje não mais existe, fazendo parte do imaginário social de Maringá) com bandas de rock tocando dentro da casa e Open Bar de cerveja. Era uma loucura. Naquela época, a moda era festa universitária em boate com direito a dose de caipirinha na entrada. O conceito de festa com bebida livre era novidade, ao contrário de hoje, onde toda e qualquer festa em Maringá é numa chácara, é Open Bar e tem uma dupla safada tocando música sertanejo ou um DJ ordinário com um repertório de micaretas e funks cariocas.

Nas minhas festas de aniversário também tenho tentado fazer algo diferente, fugindo do padrão "churrasquinho em casa", pra marcar bem a data e celebrar com os chegados. Em 2007, comemorei meus vinte anos no Pub Fiction numa festa com três bandas. Em 2008, fechamos um espaço num Pub em Londres (esse dia foi incrível) e fizemos uma festa com muitos pints de cerveja com os amigos de trabalho e uma galera brasileira. Ano passado, fiz uma "Festa do Troca", onde mulher tinha que se vestir de homem e homem de mulher. Foi hilário.

Pra esse ano pensei em várias coisas. Uma festa anos 80? Não, muito batido. Uma festa anos 90? Humm...seria legal, mas festa a fantasia de novo? Melhor não. Será que pego uma chácara e coloco umas bandas? Bom, isso o Renan já fez em Agosto.

Fiquei perdido. Sem opções. Mas também não quero deixar passar essa data em branco. Afinal, farei 23 anos e esse é meu último ano na Universidade Estadual de Maringá. Último ano de uma longa jornada de graduação, no qual passei por todas as grandes mudanças na minha vida. É preciso celebrar. Pensei: "preciso reunir os mais próximos, de uma forma ou outra".

Eis que surgiu uma proposta: fazer simplesmente um encontro numa República da Zona 7 pra tomar uma cerveja gelada, ouvir uma música bacana (o que é muito relativo) e trocar uma ideia. Nada de extraordinário, apenas uma festa no formato clássico: gente, bebida e música. Joguei a ideia para o Demi, Danilo e Odácio, acadêmicos do quinto ano de Direito e moradores da república Mansão de Pedra e eles toparam. Pronto, agora tenho um lugar central propício pra isso!

Então está decidido! Farei uma festa sábado que vem (02/10) na República Mansão de Pedra, na Rua Saldanha Marinho, Zona 7 com cerveja gelada e um iPod repleto de música boa plugado numas caixas de som.

A parada começa as 15h e vai até o último sair. Como não sou rico (ou ryco, como andam dizendo por aí no Twitter), peço que leve R$ 12,00 pra cobrir os gastos com bebidas e com a faxina da casa no outro dia. Afinal, depois da festa, há a limpeza.

A casa é um sobrado com uma fachada de grandes pedras (por isso chama-se Mansão de Pedra, sem ter qualquer relação com a casa de prostituição de Maringá) que fica na Saldanha Marinho quase na esquina da Dez de Maio. Veja o mapa abaixo.


Gostaria muito que todos os amigos e amigas (mesmo os que apenas trocam ideia pela internet) fossem lá pra comemorar. Afinal, essa pode ser a última festa em Maringá, considerando que não sei do meu destino no ano que vem.

Confirme pelo e-mail (rafa_zanatta@hotmail.com) ou dando um reply no Twitter (@rafa_zanatta).

Vamos tentar fazer uma festa sem porcarias sonoras. Aliás, quando disse isso ao Odácio ele retrucou:
- Ô loco, Zanatta! Festa sem Sertanejo?
- Sim, cara. É meu aniversário. Faço questão.
- Mas não vai rolar nem um funk pra mulherada quebrar até o chão?
- Funk? Só se for James Brown, meu velho.

Vamos ver se dar certo. Funk, só se for Baby Charles/James Brown/The Meters ou um Saravah Soul, que é brasileiro e é pedreira (ouça isso e baixe o disco aqui)!

Se você não aguenta as mesmas festas, apareça por lá. Vai ser divertido.

11 comentários:

Rafael Zanatta disse...

Esqueci de avisar: quem conseguir dar o dinheiro antes, vai ser um adianto enorme! :)

Rafael Zanatta disse...

Detalhe número 2: eu nasci no dia 14 de Outubro, mas vou celebrar antes porque os rapazes da República acham que todo mundo vai viajar na "semana do saco cheio", que cai bem no meu aniversário.

Vamos todos votar de ressaca e esquecer o número dos candidatos! Que beleza! Quanto civismo!

Angel disse...

Ahhh Zanataaa.. meia horinha de sertanejo não vai matar ninguém né??? hahahaha

prisci disse...

Meia horinha de sertanejo é fatal sim!!!!

Quem não quer sertanejo levanta a mão!

o/

Tonis.. Eu vou tá...? Pode confirmar! haha

;*

Luana Bernardes disse...

Pode contar com a Lu e com o Michelzinho! Hahaha e viva o bom senso musical! \o/

Rafael Zanatta disse...

Mesmo com chuva (se tiver), vai rolar!

jovem disse...

Opa, presença confirmada. Pode anotar aí: Paquito, Gomes e mais uma penca de maloqueiros. Te ligo essa semana pra (tentar) entregar o dinheiro antecipadamente.
Ah sim, se a polícia chegar "DEXA QUE EU FALO, VÉI". Beijos.

Ps: Pode levar CD?

jovem disse...

Putz. Esse "Pode levar CD" foi meio que um "não confio no teu gosto" mas não, nadavê. É que eu quero ouvir Aquele Nosso Set. Tô marcando, você tem. Fuizão.

Alexandre Gaioto disse...

Sensacional! Sensacional! Tô dentro!

Oda disse...

O Zanata deturpou as minhas palavras !! eu naum falei akilo ! hehehe

Na real sou bem favorável a uma festa ao velho estilo "Frank the tank"

Fique registrado que haverá um beer bong para os adeptos do estilo old school de beber !

Rogérin disse...

Diante nota de Odacio Barbosa...

venho salientar que o beer bong é sucesso garantidoo !!

grato
100+

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação