39 anos depois...

Podem me chamar de brega, mas acho essa música uma das mais poderosas não só de Tim Maia, mas da história da música brasileira. Incrível como foi sublime essa fase primeira fase da carreira do Tim, culminando nos brilhantes discos Tim Maia Racional 1 e 2 (que merece outro post só pra comentar a loucura vivida por ele através da Cultura Racional).

Um comentário:

Bulga disse...

Olá Zanata!
Legal o post, mas esse conceito de brega é muito relativo. Essa musica gravada pelo Tim é puro samba soul, calcado na soul music muito presente nos anos 60/70, época da música. Aqui, o arranjo e a voz poderosa de Tim destoa de qualquer redundância, rimas fáceis, lugares comuns. Aliás, quase não há rima. é uma poderosa declaração de amor no estilo soul, desavergonhada, autêntica. Recomendo uma passagem pelas músicas de Cassiano e Hyldon (regravado pelo JQuest), outro dois ícones do estilo. É música negra, preta. Um abraço e parabéns pelo blog!

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação