Brincadeira de criança, como é bom, como é bom!

O Pato Fu, mesmo com dezoito anos de carreira, continua surpreendendo! Hoje ouvi o último disco lançado pela banda mineira, intitulado "Música de Brinquedo", gravado (pasmem!) apenas com instrumentos de crianças!


Isso mesmo! Sabe aquelas guitarrinhas toscas, mini-acordeóns, atabaques, tecladinhos de vaquinha, e tudo mais? Então, o Pato Fu provou que é possível fazer música de verdade apenas com instrumentos de crianças, de sonoridade bizarra.

O álbum foi produzido pelo gênio subestimado (guitarrista e marido de Fernanda Takai) John Ulhoa e traz a interpretação de 12 faixas que mostram algumas das influências diversas do grupo. No repertório, canções antigas como "My Girl", do Temptations, e "Love Me Tender", de Elvis Presley, figuram lado a lado com as oitentistas "Sonífera Ilha", do Titãs, "Pelo Interfone", de Ritchie, e "Ska", dos Paralamas do Sucesso. Ainda há espaço para faixas como "Primavera (Vai Chuva)", "Live and Let Die", de Paul McCartney, e "Twiggy Twiggy", do Pizzicato Five!

A qualidade do disco é tosca, propositalmente. Mesmo assim, é uma graça. Mas é melhor parte é a participação de Nina e Mateus, duas crianças de seis anos, no disco todo. Quando eles cantam, as músicas ficam mais encantadoras, fazendo a ambientação perfeita para a "música de brinquedo".

"Todos Estão Surdos" ficou genial pelo discurso de Mateus e "Twiggy Twiggy" é o cover mais inesperado de todos os tempos (aliás, alguém lembra do clipe? Eu adorava, é genial!).

O download do disco está disponível no Um que Tenha. Se quiser, ouça antes aqui.

Chame um(a) priminho(a) e dê play nesse disco numa tarde ensolarada de domingo. Você não vai se arrepender.

Um comentário:

Leca disse...

Pato Fu...
sempre arrasando...
adoro...
Beijos
Leca

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação