Os Diários Secretos & O Paraná Que Queremos

Creio que todos tenham acompanhado as denúncias da Gazeta do Povo e da RPC a respeito dos funcionários fantasmas e os diários secretos da Assembléia Legislativa do Paraná, em Curitiba, nos últimos meses.

Vergonhoso para todo paranaense.

Em resposta a tais crimes administrativos, a Ordem dos Advogados do Brasil - Paraná (OAB-PR) encabeçou um movimento contra a impunidade e a improbidade no Estado. A campanha chama-se Afinal, que Paraná queremos?


Hoje, dia 08 de Junho, ocorrerão diversas manifestações pacíficas, ou Atos Públicos, em favor do movimento, em doze cidades do Paraná (Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel, Ponta Grossa, Umuarama, entre outras).

Em Maringá, o ato ocorre as 17h30min, na Rua Arthur Tomas, no centro, em frente ao Sincomar.

De acordo com o site da Gazeta, "o protesto em Maringá, Noroeste do Paraná, contará com a participação de 22 entidades civis que prometem mobilizar todo o centro da cidade com um buzinaço em favor da transparência e da ética na política".

Isso é cidadania num Estado Democrático. Não há ética na política, sem participação e fiscalização popular.

Espero que o maringaense, como habitante da terceira maior cidade do Estado do Paraná, dê a devida importância ao protesto.

E que o espírito da Copa do Mundo não atrapalhe o debate político.

Está tudo muito errado. E esse errado é muito bom para muitos poucos.

Portanto, participe. É um direito (e dever político-moral) constitucional.

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
(...)
XVI - todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;

3 comentários:

Eduardo Hirata Arita disse...

Zanatta,

Hoje acompanhei o inicio do ato público. Informo que fiquei muito decepcionado, pois a participação estudantil foi muito fraca. Confesso que não posso falar com total certeza, pois não fiquei totalmente no ato. Mas, até o momento que fiquei, haviam poucos estudantes (ensino básico, médio, universitário).

Um senhor, comentou pra mim: Cadê os estudantes?

O que verifiquei foram pessoas da faixa etária que participaram dos confrontos contra a ditadura militar, ou, na época dos "Caras Pintadas".

Meu maior medo Zanatta. Será que, em um futuro, haverá a realização de outros atos públicos?

Rafael Zanatta disse...

Porra, Eduardo, que merda.

Desculpem os demais leitores, mas é que também me frustrei com o resultado da manifestação em Maringá. Poucos estavam interados e a participação universitária foi ridícula, sendo que esse é um escândalo sério.

Eu não estava lá, pois como você bem sabe, organizei a reunião do grupo de estudos de solução alternativa na Universidade. Algo como: "Que Universidade queremos?", copiando o slogan da campanha da OAB.

Mas, sinceramente, esperava mais repercussão. No site do O Diário não há nada. No twitter não há nada. Nos blogs, pouca gente comenta e escreve.

Esse fracasso da manifestação popular só dá mais legitimidade à improbidade administrativa. Afinal, se ninguém está nem aí, que mal tem em desviar a finalidade (e o dinheiro) da gestão pública?

Anônimo disse...

Rafa,

Não fique angustiado, infelizmente o processo de tomada de consciencia é lento e não pega a todos no mesmo momento, mesmo diante de tanta barbaridade que esteja ocorrendo. O mais importante é que o grupo que esta consciente não fique mobilizado diante de tanta apatia dos demais.
Que Parana queremos, que politica queremos faz parte de que tipo de ser humano fomentamos. A sociedade de consumo ta aí, o entretenimento banal ta ai, a indiferença entre as pessoas reina. Então, meu amor, só nos resta acreditar no amanha a partir de nossas açoes diarias e participações efetivas. O seu blog já é um espaço de dialogo e reflexão. O que significa que vc tá na ação, precisamos disso: Ação consciente. Te amo e não desanime por favor. Sua mama

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação