A "Festa do Troca" e suas proporções

Talvez eu tenha exagerado um pouco na divulgação de uma festa que, inicialmente, só teria amigos, daqueles mais chegados de se ver todo final de semana no boteco. Mas daí a coisa ganhou maiores proporções. Fiz um post, twitei, fiz papelzinhos e entreguei de mão-em-mão no bloco D-34 e para os amigos que encontrava na rua. Acho que a ideia do troca animou o pessoal, que se empolgou com a ideia de ficar bêbado vestido do sexo oposto. Além de ser um aniversário, o que geralmente dá mais motivação para uma pessoa ir.

O fato é que algumas preocupações surgiram, junto com muitas dúvidas.


Primeiramente, a zorra vai ser numa casa de família (a do Pedro). Tá certo que a casa é maravilhosa, tem um espaço enorme no fundo (cabe fácil 100 pessoas ali, sem contar as pessoas na piscina), mas mesmo assim é uma casa onde residem pessoas, não uma chácara onde vale tudo. Esse é um ponto.

Em segundo, surge a questão dos penetras. Aqueles que ficam sabendo da festa durante a festa e resolvem aparecer. É coisa muito comum. Imagina a cena. Uma pessoa liga pra outra:
- Aô cara, onde você tá?
- Porra, to aqui na festa do Zanatta. Tá irado, velho! Mulher de homem, homem de mulher, cerveja gelada, loucura!
- Quem que é esse Zanatta?
- É um camarada aí, você nem conhece. Mas cola aí, tá cheio de gente!
- Nossa, onde que é?
- É numa casa tesão, Rua Martin Afonso, chega aí!
- Mas e a fantasia e dinheiro?
- Dá nada, não. Não tem ninguem controlando, chega aí!
Daí a merda está feita. E sem controle.

Daí o segundo problema se conecta diretamente com o terceiro, que é a logística da festa. Como ter cerveja gelada para um número X e servir cerveja para X + P!?

Bom, pra todos esses problemas surgiram algumas soluções.

A primeira é controlar a questão dos convidados. Fazer uma média. Vai ser preciso confirmar o número de pessoas que irão na festa até amanhã, sexta-feira, e pegar os R$ 10,00 de cada um para poder comprar a cerveja, destilados, refri, gelo, etc. Portanto, convidado, conto com a colaboração de você, para me ligar e confirmar sua presença (9980-2583).

A segunda solução é colocar um segurança na porta controlando quem entra na festa. De fato farei isso. Ele terá uma lista com todas as pessoas que confirmaram e pagaram, que entrarão tranquilamente.


Desta forma a festa será boa pra todo mundo! Especialmente pra mim, que quero me divertir muito com todos os amigos, celebrando a vida, sem ter nenhuma preocupação com merdas que podem acontecer em festas assim, que envolvem bastante gente.

Isso aí!

PARTYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYY

Nenhum comentário:

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação