E a história se repete

Wow. Mais uma manhã de sábado ressacada. Mais uma vez, café do McDonalds (pasmem, não é porcaria, nem caro!) pra curar os resquícios de um jantar regado a vinho. Tudo por causa duma visita do Senhor Odacir Zanatta à cidade de Maringá.

Pois bem. A história toda começou com uma ideia da Pri ao saber que meu pai estaria na cidade. "Vamos convidar a Máriam e o Oda pra jantar em casa hoje?" me disse a Pri ao celular, enquanto eu colava o cartaz do Café com Prosa no Café Folie da Anlys. Ela disse que tinha uma receita especial pra cozinhar.

Fomos então ao mercado comprar os ingredientes para o tal prato. Palmito, azeite extra-virgem, ervilha, milho, peito de frango, creme de leite, requeijão, salsinha, manjericão, queijo minas, massa de lasagna, bolinhos de chocolate, sorvete de creme... a "jantinha" se transformou em algo caro, ao ponto da gente extrapolar de vez o limite de máximo 10 volumes no caixa rápido.

Em casa, preparei um Gin & Tonic, terminando com a garrafa do Gordon's London Dry Gin. A garrafa entrou pro rol de bebidas memoráveis no canto superior esquerdo da estante da cozinha. Está lá junto com outras garrafas que já foram mencionadas neste blog.

A Pri se pôs a cozinhar. O pai chegou depois de um tempo. Abrimos um cabernet sauvignon da linha Frontera da Concha y Toro. A garrafa foi pro pau antes mesmo do fim da entrada (uma espécie de pizzazinha de tomate, queijo minas e manjericão), afinal estávamos em cinco bebedores: eu, Pri, Oda, Máriam e Cesão.

A segunda garrafa foi então um carmenere, safra 2007, Casillero del Diablo. Dizem que essa é a tal da "safra histórica". De fato, o vinho fez sucesso e caiu redondo com o prato principal, que basicamente era uma lasagna sem massa de frango, requeijão, ervilha, milho, batata palha e mais outros ingredientes malucos.

E vinho, você sabe como é, né? Enquanto há vinho há vontade de beber, e papo foi rolando, bem como novas garrafas de cabernet sauvignon da Frontera (sim, cometemos o pecado de começar com uma uva, ir pra outra e retornar pra inicial - mas ninguém reclamou).

Eu sei que uma hora, já bêbado, tive a ideia de ligar uns videos no YouTube. Meu deus...aí começou aquela seleção clássica que nem vale a pena relembrar...mas assistimos TODOS os hits.

Bom..

Preciso correr. Estamos indo pro rancho.

Bom final de semana!

Nenhum comentário:

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação