Marcia Regina, 40

Caramba, difícil acreditar na voracidade do tempo neste ano de 2009. Já é dia 16 de agosto, aniversário da minha mãe, Márcia.

Há exatamente um ano atrás, a mamãe foi me visitar na Europa com o namorado. Depois de um planejamento de meses, ela adequou suas férias na Universidade Federal do Paraná e voou para Londres. Lembro de tudo com muita riqueza de detalhes. Naquela época, fazia oito meses que não nos víamos, o maior hiato temporal em minha existência. O reencontro foi emocionante e divertido.


Mas o maior barato mesmo foi apresentar Londres como um londrino para minha mãe. Depois de oito meses de vivência como estudante e trabalhador londrino, eu já estava manjado e tecia comentários sobre todas as diferenças entre o estilo de vida inglês e o brasileiro. De fato, eu e a Pri estavamos completamente emergidos na cultura britânica. Ela observava tudo maravilhada, absorvendo a maior quantidade de informações possível.

Tudo deu muito certo. No trabalho (London Zoo), consegui uma semana de folga, especialmente para poder ficar com minha mãe. Mais uma vez, manobra do Rodolfo - nosso grande manager e amigo. Nessas férias pude realmente conhecer Londres como turista, coisa que não havia feito em oito meses na cidade. Programei roteiros de turista, passando por todos os pontos turísticos de Londres. Comprei Oyster cards (underground zone 1 & 2), para ganharmos mais tempo andando somente de metrô. No dia-a-dia eu usava o ônibus, que era muito mais barato.


Acho que fomos em todos os pontos conhecidos da cidade. Big Ben, Parliament, St. Paul's Cathedral, Tower Bridge, London Eye, Trafalgar Square, Covent Garden, London Bridge, Piccadilly Circus, Abbey Road, Hyde Park, Notting Hill, Camden Town, Regents Park... eu acabei conhecendo a turística capital como guia-turístico. Esse foi o melhor jeito.

De quebra, levei a mãe no zoológico de graça - afinal, era meu local de trabalho e já conhecia todo mundo, tinha esses privilégios. No Zoo ela percebeu como eu estaba bem. Tinha um bom trabalho, com bons colegas e num local incrível. Ver pinguins todo dia pela manhã é realmente agradável.

Mas o melhor desse aniversário comemorado na Inglaterra foi o presente que dei pra minha mãe. Uma viagem de trem-bala para Paris pra ela e pro Antonio (namorado, na época). Gastei um bom dinheiro, mas ela mereceu. Acho que nunca mais vou superar esse presente..até eu me me achei: "to podendo, hein".


Depois do final de semana ensolarado na apaixonante Paris, ela voltou pra Londres, onde curtimos boas noites em pubs irlandeses, restaurantes e até um churrasco brasileiro num pub em Paddington, gerenciado por um amigo meu, o Cassiano.

Fechando a semana de aniversário, alugamos um carro e viajamos para Oxford e Liverpool. Oxford com seu charme conservador de museus e universidades e Liverpool com sua enorme agitação pelo Mathew Street Festival - o maior festival de tributos do mundo. Chegamos a conhecer alguns membros da banda marcial que acompanhava o Beatles Cover do Brasil e tivemos uma noitada num típico pub nos arredores da cidade, local onde dormimos (bed & breakfast). Foi demais.

Enfim, foram momentos inesquecíveis vividos lá do outro lado do Atlântico e vários dias de celebração.

Uma pena que eu não pude ir para Caiobá nesse final de semana curtir o aniversário com minha mãe, mas tenho certeza que ela curtiu muito sua festa de 40 anos de idade.

Deixo então meu registro aqui neste blog pra você, mãe, minha grande amiga. Parabéns. Faz 22 que você me deu a vida, e eu realmente agradeço a oportunidade de viver. Busco o máximo da minha existência.

Te amo.

5 comentários:

Anônimo disse...

Ai Filho. Que lembranças boas. Amei minha comemoração dos 39 anos com vc. Foi realmente maravilhosa, mas mais maravilhoso mesmo foi aquele dia que passamos no ZOO, até hoje quando olho as fotos fico surpresa com a minha cara de menina feliz com vc. Te amo, vc que é um filho maravilhoso. bjs, muito lindo seu registro.

Anônimo disse...

Muito linda essa homenagem Rafa... eu entendo muito a sua mãe ser super apaixonada por você e pelo Renan! Não poderia ser diferente.
Um grande abraço! Evandro (o namorado, atual e eterno)

prisci disse...

Onnnn que lindo..

Eu não sei o que é mais legal. Seu depoimento, a emoção da sua mãe, ou a inevitável declaração do Evandro pra ela. hehehe

Rafa, te amo, e se depender do que dizem "Olhe como seu namorado trata sua mãe e saberá como sera tratada" , to feita uheiuheuheuhiuehiuehhe)

te amoooooooooooo

Marcia Regina disse...

Olha, essa familia é uma loucura mesmo. Vejo o amor transbordando o tempo todo. Ai povo apaixonado!!!! Amo vcs, com certeza o meu mundo só é tão bom porque vcs estão nele. Bjs Rafa, Te amo, Mamae

Renan disse...

ja que este é um comentário em família.. parabéns denovo mãe! já curtimos bastante na sua festa lá, não é? haha
valeu maringá!
Renan, o caçula (atual e eterno) rs

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação