Guarde uma canção pra mim

Pô! Que notícia chata essa do sumiço do Belchior que recebi pelo Twitter hoje. Como pode, um sujeito tão talentoso assim, estar sumido há um tempo considerável sem a galera perceber?

Eu cheguei a conhecê-lo quando bem jovem. Foi no camarim do Teatro Marista, depois de um show feito apenas com voz e violão. Belchior exalava uísque e tinha os dentes muito amarelados pelo cigarro, mas se mostrou muito simpático e feliz de ver um jovem rapaz de 13 anos com a mãe, pedindo um autógrafo no CD.

Realmente, ele é foda. "Coração Selvagem" é uma obra-prima, dentre várias, e suas músicas encantaram toda uma geração anterior. Meus pais, meu sogro, toda a geração 70/80 é fã de Belchior.

Talvez a moçada de hoje não reconheça, mas ele é um dos grandes nomes deste país.

Se você não conhece, procura ouvir.

Um comentário:

Bruno Vicentini disse...

Saiu no Fantástico ontem, rafinha. Foda. Todo mundo falando que ele vai vir com surpresa, cd novo, caralho, o cara pode estar morto. :\ Ele tem só metade do reconhecimento que merece.

Abraço.

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação