Casa nova

Olha... depois de dias tensos e muito cansativos de mudança, finalmente nós nos mudamos para a grande casa lá no Jardim Brasil (segundo balão da Mandacaru!)!

Devo confessar que eu era um maringaense alienado, que achava que Zona 07 era um bairro mesmo (morei lá por uns quatro anos) e que o Bar do Moacir era longe do centro. Eu percebi que a zona norte da cidade é imensa! Caramba, como tem gente e como tem bairro por lá! De fato, agora estou morando num bairro, num subúrbio residencial, como nas grandes cidades como Curitiba e outras. Zona 07 não é bairro e a UEM está praticamente no centro da cidade!

Bom, mas eu não vim até aqui pra escrever sobre o choque de ter encontrado os verdadeiros bairros de Maringá. Vim dizer que a qualidade de vida numa casa é muito diferente das dos apartamentos! Tem muito mais espaço, não existe limitação sonora e te proporciona fazer várias coisas que não dá num apê, como por exemplo lavar o carro! (fiz isso no meu Domingão)

É...é outra vida. Com certeza descrevei aqui as descobertas de morar numa casa. Não veja hora de fazer uns ensaios com a banda na edícula! Esse é meu ideal de vida!

Além da casa, as novidades são que no final de semana, o Odaça (meu pai) esteve por aqui na cidade e eu o encontrei no sábado a noite e no domingo. Sábado ele passou na casa nova e dividimos um bom papo, umas cervejas e um vinho Casilero Del Diablo, Carmenere 2007, que o Bruninho e a Rannah levaram. Devo admitir que foi um dos melhores vinhos que tomei nesse ano, ele estava realmente encorpado. Deixou boas lembranças! (preciso ir ao Paraguai gastar alguns dólares com bons vinhos num preço justo)

Outro fato inusitado ocorreu na última Sexta-feira, logo após ter terminado a mudança. Eu tinha ido ao Muffato comprar uma caixa de Itaipava e ver uma ou outra coisinha pra casa e logo após terminar a compra, lembrei de um comentário feito por algum leitor neste blog, me indicando um café em frente ao Muffato (o comentário foi feito num post de domingo, em que deixei uma pergunta no final: alguma sugestão prum domingo?). Pois bem, lembrei da sugestão do conterrâneo desconhecido e fui sozinho ao café em frente ao Muffato! Nossa, que lugar bacana! Cheio de sofás, com exposição de obras de arte de artistas locais, cappuccinos bacaninhas e preço módico. Após apreciar meu café, bati um bom papo com os donos Aida e Toni (espanhol, das Ilhas Canárias) e prometi que iria voltar com os amigos para um café.

Hoje voltei lá, mas fui somente com a Pri. Precisamos ir todos lá, amigos! (não, não ganho dinheiro por divulgar o lugar, só achei que é um espaço alternativo na careta cidade de Maringá)

Mas enfim...que coisa, não? Conheci um lugar por causa do comentário de alguém que eu nem conheço aqui neste blog! Realmente esse lance de escrever coisas do cotidiano está rendendo bons frutos!

Outra novidade é que o Renan (Nanan, meu irmão que mora em Caiobá) chega hoje, as quatro horas da manhã, pra ficar uma semana em Maringá. Iremos intensificar o processo de criação das melodias de suas músicas. Se você não conhece, clique aí no link do MySpace pra ouvir as demos em voz/violão. O plano inicial era gravar umas cinco músicas nessas férias aqui em Maringá, mas não sei se vai dar certo...o Rocha (baterista) vai fazer um concurso público no final de semana em Bauru-SP e estamos nos enrolando pra acelerar a definição das músicas.

Mas é isso aí! Tá tudo indo bem, eu só não acredito que já estamos em Julho..inacreditável. Já faz um ano que estive em Paris...foram férias tão incríveis de verão (no hemisfério norte é verão nessa época!).

Última coisa: hoje é aniversário da Pri! 22 anos! Somos amigos há 7 anos, namorados há 5 e já moramos juntos há 1 ano e meio. Ela é uma pessoa muito especial e que merece muita felicidade. É uma baixinha geniosa que as vezes é mal-interpretada, mas que é cheia de amor, princípios e ideais. E é a Tonis! Minha parceira.

Te amo Pri, um grande beijo e parabéns!

p.s.: não sei quando voltarei com novos textos, estou sem internet na casa nova.

4 comentários:

lari_benhur disse...

tonis ta ficando velha igual o vini.
HEHEHHEHEHE
viva a tonis!
e viva o casillero que tava muito bão!
e viva a casa nova!

:D
êêêêêê!

Bruno disse...

ou, vamo trazer casillero de caixa do paragua! céus, o tempo passa. tô indo buscar o telefone pra te ligar agora, tenho uma proposta, falou!

rannah disse...

olha só, eu ouvi falar nesse café em frente ao muffato, mas pra mim disseram que era o bar (não o café) do espanhol. e que eu tinha que ir provar os chupitos. bora lá!

prisci disse...

mal interpretada, hehehe tell me...

maior treta no trampo hoje...

;~
te amo

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação