DYLAN

"Bob Dylan is a notoriously camera-shy artist, but if there’s one lense he’ll pose for then it’s that of Jerry Schatzberg, a close friend who, helpfully, also happens to be a photographer. Schatzberg has shot many iconic images of Dylan, including the Blonde On Blonde album cover, and Proud Central’s free exhibition, running from 21 November to 25 January 2009, is the first-ever UK showing of his work. “As a photographic subject, Dylan was the best,” says Schatzberg. “You just point the camera at him and things happen.” Pop along to Proud to find out exactly what."

É duro encarar os fatos. Eu só tenho mais um mês em Londres, considerando que do dia 27 de Dezembro até o dia 08 estarei em tour pela Europa, me despedindo em grande estilo do velho continente.

Me caiu na telha que eu preciso fazer coisas. Preciso aproveitar Londres. Não posso no meu dia de folga ficar em casa, ouvindo meus discos, tocando guitarra, lendo Sartre, gastando tempo na internet..esse lance caseiro é gostoso, mas e se depois bater aquele arrependimento? Lá, no interior do Paraná, cercado pelo vasto continente sul-americano.

Hoje saí de case e fui nessa exposicão gratuita na Proud Central, onde vi fotos maravilhosas em tamanhos imensos de Bob Dylan. Fotografias tiradas entre 1963 até 1968, mostrando um Dylan fotogênico, jovem e ambicioso. Cada fotografia mais bela que a outra. E o preco, pra quem quiser levar pra casa, variando de £ 1.500 até £ 15.000 - como essa montagem aí de cima. Pois é, assim como Elvis e The Beatles, Dylan também é comercializado e tido como ícone duma geracão. O que passa na mente desse homem? Deve ser uma loucura inconcebícel SER Bob Dylan.

Depois da exposicão gratuita, parti para uma caminhada em pontos turísticos. Trafalgar Square, London Eye, Big Ben, Parliament Houses, Westminster Abbey, Green Park..andei por quase uma hora. E depois, fui parar numa loja de discos..não me contive. Mas não gastei nada. Nem tenho como. Na minha conta tenho um saldo negativo de 34 libras..somente esperando sexta-feira (pay day) chegar.

Esse é um dos problemas de Londres..estar sem dinheiro e querer fazer algo. É difícil achar coisas boas for free, tirando os magníficos museus daqui. Foi sorte ter encontrado essa exposicão.

Nenhum comentário:

Mais lidos no mês

Mailing E-mancipação